A diferença entre a POESIA, o POEMA e o SONETO

Olá amigos, hoje eu queria compartilhar com vocês um tema que tem sido de muita dificuldade em provas.

A poesia, ou gênero lírico, é um gênero literário em que o autor transmite sentimentos, emoções, sentimentos em relação a uma pessoa ou a um objeto de inspiração, sempre em busca da empatia do leitor para isso, os poetas utilizam vários recursos estruturais, com a intenção de despertar emoções, seja através da voz de um eu lírico, ou através da voz de um eu biográfico. Entre os principais elementos do gênero lírico, encontram-se a poesia, o poema e o soneto , termos que, muitas vezes causam uma certa confusão.

Devido à confusão que existe entre este gênero literário (soneto), a poesia e o poema.
Surgiram vários concorrentes frustrados (poetas amadores), que tiveram observações de parte de Don Quixote de não continuar com o padrão que define o “Soneto”, e, portanto, foram desqualificados.

Por esta razão decidi fazer um texto explicando as diferenças destes três recursos.

Para quem gosta de literatura, sobre tudo o que possuía, é importante saber..

A Poesia

Dá pé total a inspiração pode estar em tudo, em uma situação cotidiana, em uma paisagem, em uma fotografia, nas artes plásticas e na poesia. Isso significa que a poesia não é exclusividade da literatura, não do poema. A poesia está associada a uma atitude criativa, não apenas a um gênero literário. Ela pode estar presente em diversas manifestações artísticas.

O Poema Simples

É um gênero que tem características que permitem identificá-lo entre os outros gêneros: trata-se de um texto escrito em versos e estrofes, em oposição aos textos compostos em prosa (textos escritos em parágrafos, ou seja, em linhas longas). Um bom poema geralmente é carregado de poesia, mas há também poemas que rejeitam qualquer lirismo. São recursos muito utilizados no poema a musicalidade, a repetição e a linguagem metafórica, essa última responsável por conferir ao texto maior subjetividade.

O Soneto

Originou-se na Itália, documentado pela primeira vez na obra do poeta Giacomo da Lentini, na primeira metade do século III. O soneto segue um molde literário rígido: é composto por quatro estrofes, sendo as duas primeiras quartetas (estrofes formadas por quatro versos) e as duas últimas de tercetos (estrofes formadas por três versos).

Características que podem trazer dificuldade no momento de escrever O soneto:

• Os versos possuem 11 silabas poéticas. Separar as silabas, normalmente, de um escrito não é o mesmo que separar silabas em poemas, já que você pode estar carregado de sinalefa, e isso faz com que a forma de contá-las seja diferente.

• Quando se fala da rima consoante, refere-se à rima que se gera com a última sílaba tônica da palavra, isto é, a partir da última vogal onde houver elevação da intensidade de entonação, incluindo a consoante.

Exemplo:
(neste ponto, afasta, carta) (vãos, mãos).

• Com relação à estrutura da rima deve ser ABBA (primeira estrofe) ABBA (segunda estrofe)
• CDC (terceira estrofe) DCD (quarta estrofe)

Depois de ter estudado um pouco, podemos nos dar conta que as características que deram a seguir a este concurso, não foram simples idéias ou caprichos do patrocinador”. Uma vez que o poema “soneto” é um dos recursos líricos mais estruturados do que existe.

Adicionar a favoritos link permanente.

Comentários fechados.